quarta-feira, setembro 05, 2007

A tristeza que se abate em mim

Uma tristeza abate-se sobre mim
como um fim de tarde de Inverno
Vai-se abrindo em mim uma angustia
que se aperta no meu peito.
Encolho-me na tentativa
de atenuar esta dor que teima em crescer em mim.
Sinto-me perdida no meu rumo
Sem saber o que me fez perder o caminho.
Continuo a andar sem direcção
Em passos curtos que pisam o desalento da alma.

A estrada da vida é tão incerta!

9 comentários:

Borboleta disse...

Tudo na vida é incerto. Os sentimentos, as emoções, o material, a própria vida...

... o lugar que eu sou disse...

Tão bonito de se ler, mas difícil de sentir.

.:mÁrCiO:. disse...

Queres aceitar um desafio e trazer um prémio para cá?! Aceita-o com agrado...

È incerta e díficil de ultrapassar mas no fim terás a recompensa! Te sentirás uma vencedora!!!

Bjnhs

Gaybriel disse...

olá :-) Tanto desanimo, mas tanta verdade nas tuas palavras? Quantas vezes não me sinto também eu assim!Há que encontrar forças para inverter a situação. Beijoca e obrigado pelas tuas palavras no meu espaço. :-)

Mestre disse...

Tão...doloroso, triste...
Deijo um beijo terno

NETMITO disse...

Muito incerta e cheia de curvas mas a vida é assim mesmo...as curvas tb ensinam muito!

BEIJINHOS*)

gato vadio disse...

O fim de uma tarde de Inverno pode ser tão quente quanto frio se pode sentir no peito numa tarde de calor em Agosto. Tudo depende da sintonia. Tu procuras a tua. A tristeza é, deste modo, temporária. Se a alimentares ela prolonga-se..

a ALMA das IMAGENS disse...

Assim é a estrada vida...
curvas, pedras no caminho e muitos, mas muitos obstáculos, mas cabe a nós dominar a nossa estrada da vida... para isso é necessário que contornemos os obstáculos o que fazemos uso deles.... aqui vai um texto que apliquei numa imagem minha:

"A PEDRA

O distraído nela tropeçou...
O bruto a usou como projétil.
O empreendedor, usando-a, construiu.
O camponês, cansado da lida, dela fez assento.
Para meninos, foi brinquedo.
Drummond a poetizou.
Já, David matou Golias,
e Michelangelo extraiu-lhe a mais bela escultura...
E em todos esses casos, a diferença não esteve na pedra, mas no homem!
Não existe "pedra" no seu caminho que você não possa aproveitá-la para o seu
próprio crescimento."

Pesquisar em:
http://olhares.aeiou.pt/nao_existe/foto760773.html

Abraços
Sissi

Lord All disse...

na incerteza da vida, a única coisa certa é a tristeza